O que eu perdi?

Hoje, dia dos amigos é, também, na Colômbia, dia da independência do país, enfim.

Não sei se é exagero meu, mas eu não caio nessa balela de paz e etecétera que o Governo Colombiano está propagando. Bem, antes de qualquer coisa, vou me posicionar: Não sou a favor das FARC. Não sou a favor dos paramilitares. Não acho a negligência do governo do Uribe em relação aos paramilitares uma coisa louvável. O Uribe se associa aos USA e criou uma fachada contra narcotráfico, que não existe.

Todas as minhas opiniões têm a ver com essas crenças.

Não acredito que tenha sido por acaso a libertação da Ingrid Betancourt, agora. Acho, inclusive, que ela saiu do cárcere muito lindona, mas vai que esse comentário seja só um pouco de inveja feminina… 😛 Existe uma comoção muito grande em torno dessa data e tals. Aqui podes ver algo sobre o estímulo que as prefeituras tiveram para que fizessem shows nessa data. Houve shows por toda a Colômbia, além da Cidade do México e de Paris, é claro. Não sei por que, mas há coisas nessa história que me soam falsas, desencontradas e parece haver um dedinho de teoria da conspiração nesse meio todo. O Álvaro Uribe, por exemplo, olha a cara dele, um bundão. Eu não acredito que ele e o ministro da defesa dele tiveram um tino político de uma hora para outra. Há uns meses atrás, ele dizia que não negociava com as FARC. Alguém se lembra?

É obvio que eu sou pró-liberdade e que queria a Ingrid Betancourt livre. Claro, né? Não quero prisioneiros em lugar nenhum. Nem a cadeia tradicional foi feita para existir, mesmo. Ela foi feita para casos extremos, de gente incapaz de viver em sociedade. Mas eu tenho medo dessa liberdade artificial. Nem a paz, eu acredito que chegue tranqüilamente e reine entre nós. Nem na Colômbia, nem em lugar nenhum.

Mas no concerto feito em Paris — que deve ter sido lindo, ao pé da Torre — estava o cantor colombiano mais ilustre na Europa atualmente. Juanes. Até tu já escutaste ele em tema de novela! Eu adoro o rapaz há algum tempo e os hits dele são grudentos de Bogotá a Praga. Daí estava lá ele, dando mãos para a Ingrid Betancourt, pedindo paz e cantando Me enamora. E a Ingrid, como boa européia, latina e o escambau, estava acompanhando, já que esse guri é um fenômeno.

Me enamora, hoje!

Bandera de manos

.

.

🙂

Anúncios

1 Comentário (+add yours?)

  1. Mirian Gregori
    Jul 21, 2008 @ 22:26:02

    Hola Nina:
    Yo miro Telesur y a veces también entro al site http://www.telesurtv.net allí puedes leer la otra cara de la moneda en cuanto a las informaciones que los medios nos muestra.
    Por lo que leí, el mismo día de la liberación de Ingrid Bentancourt se votó en las Cámaras legistlativas la reelección automática de Uribe. O sea que ya está elegido para la próxima administración de Colombia. ¡Qué casualidad, el mismo día!
    Cariños desde Uruguay

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: